sexta-feira, 11 de junho de 2010


Quando soube que os rapazes que nasceram no mesmo ano que eu, organizavam um dia no campo para conviverem, manifestei-me logo e fiz chegar até aos meia dúzia de "rapazes" o seu egoísmo. Não queria de maneira nenhuma pertencer às sortes (sabem o que é não sabem?), nem muito menos partilhei as inspecções e claro, a tropa. Mas se estavam a festejar a "malta do 74....do 74.....do 74!"...porque não convidar as mulheres também?
E como acho que fui assim, digamos, convincente, ontem lá foram fazer o convite. E no primeiro sábado de Setembro lá estaremos nós, a gritar feitos adolescentes como que saídos de cueiros, como se a puberdade nos estivesse por rebentar....


..."E viva a malta de 74"!

9 comentários:

Vício disse...

se por nascerem em 74 fazem isso, se tivessem nascido em 73 faziam uma festa no campo, na praia, na serra,...

Valéria Gomes disse...

Como nasci em 73, vou começar a pensar no campo.

Beijocas!!!

najla disse...

Como tenho em casa que torcer também pelo pessoal de 73, estou solidaria convosco.

Tatiana disse...

É tão boa essa sensação de voltar no tempo... Poder reencontrar e sorrir junto aos que passam e passaram por nós.

Beijinhos

Me Hate disse...

A de 76 também não deu "maus vinhos" e até se recomenda... ;)

Sandra Oliveira disse...

Velhos! :P hehehehehe

najla disse...

Tatiana, é verdade. Adorei o tempo de escola.

Me Hate, todos os anos deram "bons vinhos". Houve alguns é que se azedaram...deve ter sido problema de rolha...eheheheh

Sandra, isso é batota! De que ano grita a tua malta, hum?


bjinhos

Sandra Oliveira disse...

76 :P

Paula disse...

OOOHHH.... Eu sou de 73... bom ano!!!! (tb)