quarta-feira, 4 de março de 2009




Se me tivesses pedido tinha ficado.
Teria inventado tempo no tempo para te amparar.
Um tempo que não existe. Um tempo irreal.
A tua vontade era saciada. A minha necessidade era satisfeita.

Uma necessidade inventada por mim, para ti.
Porque choro? Por desamor. Por querer amar-te e não conseguir.
Por querer gravar na minha pele o teu cheiro, a tua essência e não ficar.
A tua entrega desvanece nos lençóis. Desaparece na água que ouço correr.

Queria tanto poder recolher pensamentos. Pensamentos teus, de ti, de nós.
Mas eles não foram desbravados. Não os consigo alcançar. Não me fazem suspirar, arrepiar, desejar por mais.

Queria tanto que a minha boca sedenta de ti ficasse.
Dormente por cada beijo teu. De todos os silêncios contidos, queria pronunciar a palavra amor. Gritar em desalinho o fogo teu. Suspiro.

Porquê os meus olhos não seguem os teus?
Esforço-me para alcançar o teu horizonte. Em vão.
Queria que ficassem hipnotizados em ti.
Seguem outro vulto qualquer. Sem dono. Sem direcção.

Mesmo assim, se me pedisses tinha ficado.
Apesar da alma ausente, o corpo está presente.
E tinha inventado tempo no tempo para te amar.

9 comentários:

vício disse...

para quê o amor se pode haver respeito mutuo e empatia?
e quando isso acontece não é preciso que a outra pessoa peça para ficarmos porque nós sentimos!
por vezes essa coisa a que chamam amor estraga tudo!

Espelho meu disse...

Inventar tempo no tempo...que ideia brilhante e ao mesmo tempo tão utópica... :)

Infelizmente não temos essa capacidade, mas sempre podemos inventar no tempo que se segue...

Gostei imenso deste texto...é para mim também um antigo "reflexo"... ;)

Beijo GIGANTE*

{Nanda}_A disse...

Lindo...

Perfeito... quando existe o desamor, mas ainda há o respeito, a consideração, o sentimento de amizade, criamos tempo no tempo...
Não exite obrigação de amar...
ela simplesmente acontece..
ou deixa de acontecer

bjs

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Tatiana disse...

"E tinha inventado tempo no tempo para te amar."

Ando precisando aprender essa magia!

Lindo! Muito lindo o que aqui li!

Beijinhos

M disse...

eeehhhhhhh tás mesmo inspirada!!!! :) :) adorei!
E tinha inventado tempo no tempo para te amar Acho que para amar, inventamos tempo, sim,... inventamos tudo :)

gabyshiffer disse...

Eu já passei por um momento assim...
no qual eu chorava pelo amor lindo que havia acabado dentro de mim...
uma pena
mas sinceramente, eu dei esse tempo, para ver se ainda restava alguma coisa daquele amor...
mas não adiantou...o amor não pode ser inventado...
Belo texto amei
Um beijo e boa tarde pra vc amiga

Nelson Soares disse...

Como eu gostei deste...


"Apesar da alma ausente, o corpo está presente.
E tinha inventado tempo no tempo para te amar. " - A ouvir a musica do meu blogue, foi algo profundo... Obrigado pela sensação.


Stay Well

kris disse...

amores e desamores, fazem parte das nossas vidas, são eles que nos trazem aqueles momentos de alegria e tristeza, que nos fazem experimentar as mais diversas sensações.
Para sabermos o bom, temos mesmo de passar pelo mau.pelo descontrole das situações.Tentar alcançar o que nos é negado..é quase sempre uma tarefa impossível...de desgaste

beijo