terça-feira, 17 de março de 2009

Amor,


calma…serenidade….paz…sossego…tranquilidade, tudo aquilo que me transmites e reporto em mim.
Fecho os olhos e não sonho.
Abro a boca e não falo.
Levanto-me mas não me mexo.
Irreal, talvez. Impossível, também.
Mas todos os sentidos apelam por ti. Necessitam de ti.
Qual dependência contínua que apazigua a agitação de todo o meu ser.
Sensação de bem estar, de manhã subtil e leve.
Não há pressas, não há incertezas nem barulho……..apenas a tua presença. Apenas o teu colo. Apenas a tua mente. Apenas a tua grandiosa alma.
Isto és tu e isto sou eu.


Já tinha publicado este texto.
Mas hoje, achei que o devia re-editar para, tal como naquela altura, sentir cada palavra.

10 comentários:

M disse...

ena!.... ;)

Anónimo disse...

Bem... Já vi que hoje o espírito está mesmo down!
Mas vais ter de te aguentar mais uns diazitos sem mim mori...só vou aí no final da próxima semana!
Vá...está quase!

Quem é que são as maiores quem são? Viva ....!

bjs PQI

ลndreia disse...

Há palavras que nos acompanham sempre... *

Espelho meu disse...

Que doçura...

E que é bom é estar assim, e eu sei que estás sem precisar de bolinha de cristal... ;)

Mereces...

Um beijinho doce*

najla disse...

M, ;D

PQI, quem são? quem são? Nóssssssss

ehehheeh

najla disse...

Andreia, nem mais.

Espelho Meu, ;D

kris disse...

Najla

lindo texto...e se sentiste todas as palavras, mais bonito se torna..:)

be happy!

beijo

Tatiana disse...

Lindo...lindo!
vale publica-lo sempre!
Desejo que tenhas um belo fim de semana.
Um abraço carinhoso

acutilante - frank verlag disse...

Sem palavras....Pois.

Ana Oliveira disse...

Najla

Um fim de semana com muito colo!

Beijos

Ana