terça-feira, 3 de março de 2009

Pensamento do dia (II)


"Podemos desiludir-nos com as coisas:
fazemos uma apreciação acerca delas e usamos o caixote do lixo.

As pessoas, porém, não são para julgar, mas para que ajudemos a construi-las, para que ajudem a construir-nos, para construirmos alguma coisa em conjunto.

Se o teu amigo te desiludiu, acusa-te a ti mesmo, porque era tarefa tua torná-lo mais nobre.

Se estás desiludido com a tua vida em família, lembra-te de que ela foi a tua construção.

E recomeça no ponto em que começaste a falhar."

Paulo Geraldo

10 comentários:

vício disse...

não concordo!
ninguém tem o "dever" de tornar outra pessoa mais forte (excepto se for um filho)! cada pessoa deve ter a capacidade de se fortalecer a si mesmo!

e para além disso existem pessoas que, simplesmente, não é possível construi-las!

PAULO LONTRO disse...

Pertinente o que escreve o vício.
Tendo a concordar com ele.

gabyshiffer disse...

Em muito somos responsáveis pelo que acontece ao nosso redor,
e não podemos deixar de pensar nisso sempre...
Belo post
Boa tarde pra vc
Beijos

kris disse...

Eu acho que quando alguém erra, ou nós erramos, devemos procurar o motivo pelo qual aconteceu..e tentar ver o lado melhor da situação..para evitar que para uma próxima aconteça..sou sempre muito optimista...
quando falhamos é porque algo não está bem, vamos mudar isso......

beijo

spritof disse...

contudo, por vezes temos de ser lembrados a ser fortes, por vezes precisamos daquele estímulo, por vezes perdemo-nos num enredo de teias que deixamos e ter sentido nas coisas...

Concordo que as pessoas têm de valer por si, mas não de se valer por si, porque há momentos em que realmente se precisa de alguém que nos empurre, ou nos puxe.

Ninguém se constrói sózinho. Todos nos construimos e ajudamos a construír os outros, na mesma medida em que somos ajudados a contruirmo-nos. É uma rede de relações, de exemplos, de pilares, de motivações, de estímulos...

spritof disse...

contudo, por vezes temos de ser lembrados a ser fortes, por vezes precisamos daquele estímulo, por vezes perdemo-nos num enredo de teias que deixamos e ter sentido nas coisas...

Concordo que as pessoas têm de valer por si, mas não de se valer por si, porque há momentos em que realmente se precisa de alguém que nos empurre, ou nos puxe.

Ninguém se constrói sózinho. Todos nos construimos e ajudamos a construír os outros, na mesma medida em que somos ajudados a contruirmo-nos. É uma rede de relações, de exemplos, de pilares, de motivações, de estímulos...

Moonwisher disse...

"...E recomeça no ponto em que começaste a falhar."
Ora aí está a essencia da coisa...nunca é tarde para recomeçar... mas eu prefiro começar algo de novo e levar o que aprendi com os erros que cometi!
Bj grande... ahhh... e cantas muito bem! ;)

PaulaPan disse...

Gostei...
No entao continuo a axar k cada um deve aprender com os proprios erros...
nao nos devemos culpar pelos outros terem falhado, mas é klaro k isso nos tornara mais fortes a nos tb pois aprenderemos algo k fe uma outra pessoa falhar...

Espelho meu disse...

Todos têm um pouco de razão a meu ver...Se nós vivemos em sociedade e nos temos uns aos outros, isso significa impreterivelmente que a nossa maneira de agir vai infuenciar quem nos rodeia e vice versa...

Temos de atentar a cuidar de nós e passar isso a quem gostamos, para que nos retribuam da mesma forma...

Não podemos é fazer disso uma tarefa porque levar-nos-à a esquecer de nós mesmos!

Beijinhos querida* :)

*Teresa Cristina* disse...

oiee...amei teu blog!
Hummm....como costumo dizer,antes viver desiludido do que iludido pro resto da vida LOL.
Bjs^^