terça-feira, 14 de outubro de 2008

Só tenho direito a uma oliveira!


Ontem ouvi uma noticia que dizia o seguinte:
"O Hospital da Covilhã oferece por cada nascimento de um bebé, uma oliveira."


Já estou mesmo a ver os progenitores daquelas famílias numerosas, nomeadamente alguns de certa etnia, com extensos olivais....sendo que, algumas oliveiras são emprestadas.

8 comentários:

Vício disse...

ou então o marido começar a usar a frase:
- Ó mulher, não te apetece umas azeitonas?

spritof disse...

sem comentários...né?

Osga disse...

Nem sei o que comentar a isto!
Eu se tiver um filho dou a minha oliveira!

Só neste pais!

PAULO LONTRO disse...

E se o filho for de um Oliveira? Ou de uns Oliveira?

najla disse...

Vício, olha que não está mal pensado....não senhor!!! lol

Spritof, sem comentários a oferta ou os extensos olivais?

Osga, o Hospital para além de tentar promover a natalidade, também está a ter uma atitude ecológica...digo eu...

Paulo, os filhos sejam de que pais forem e que tenham os nomes que tiverem, levam a oliveira na mesma!!!!! E esta, hein.

nagareboshi disse...

que estranho...e quem só tiver varanda XD o que faz com ela?!
é um bocado vá...inútil oferecer uma oliveira a um recém nascido, podiam oferecer um fale para fraldas ou algo do género, muito mais útil!

Anónimo disse...

se morares no alentejo, principalmernte numa certa zona do interior, a oliveira pode dar jeito para te pores a salvo de gado bravo! :-)

No fundo, é uma questao de segurança!
PQI

najla disse...

Nagareboshi...também concordo.

PQI, ah pois é! Mas sabes, as noticias foram enganosas...porque só o respectivo gado bravo é que era da tal zona do interior...mas julgo que a história não ficaria tão caricata se não fosse a avançada idade de quem fugiu (e subiu), o de andarem a roubar e de até terem um telemóvel - que só o utilizaram ao fim de 6 horas!!!!