quinta-feira, 23 de setembro de 2010

A minha formação universitária teve por base estatística! Pura e dura! E eu delirava com médias, medianas, desvios padrões e cenas dessas. Mas como vivo quase no (cu) fim do mundo, não consegui emprego na minha área. Às vezes lá me dão uns trabalhitos de análise estatística que me vai mantendo o gostinho pela área. Mas isso é muito de vez em quando.
Mas esta noite, tive uma ideia genial para ir praticando. Quem me segue sabe que tipo de vizinhança tem o meu local de trabalho.
Para praticar com o cemitério, só poderia ser com uma única variável: o número de pessoas que entra (em principio só entram!). Mas há alturas muito, digamos, "mortas" e os "visitantes" não são assim tantos!
Depois tenho no outro lado a taberna. E esta apenas tem 2 variáveis: o número de pessoas que entra direito e o número de pessoas que sai "torcido".
E voilá, a minha entretenga poderá mesmo ser os w.c's públicos - que até ficam mesmo de frente e nem tenho de sair do gabinete - e aí as variáveis são mais que muitas: o n.º de homens que se engana na porta; o n.º de homens que demoram 5 minutos; o nº de homens que vão fazer "sala"; o n.º de mulheres que entra aos pares; o n.º de homens que se esquece de fechar a braguilha; o n.º de homens que saem de lá todos molhados; o n.º de homens que não lavam as mãos; o n.º de mulheres que entram e saem imediatamente.....enfim, tenho ou não tenho onde praticar?

3 comentários:

Paula disse...

Desde que hajam ideias, trabalho não falta certo???

Beijos doces e boa sorte***

TM disse...

Estatística.... céus... :S
E eu que penei para me livrar de Bioestatística... mas ficou feito!!!!

mundoameuspés disse...

Adorava essa matéria! :D

Ideia genial essa!